II CONEAB | GRUPO DE TRABALHO 2: Aspectos Sócio-Históricos e Culturais do Povo Banto

Coordenadores: Augusto César Acioly Paz Silva (ESSA) e Edmilson José de Sá (CESA)

Resumo: A proposta de trabalho para este GT visa a uma discussão acerca do grupo étnico banto que habita a região da África, ao sul do Deserto do Saara, formado, em sua maioria, por agricultores que sobrevivem da pesca e da caça. Pretende-se, aqui, fazer um estudo sócio-histórico e cultural dos países que compõem esse grupo, com destaque para os angolanos e moçambicanos, que tiveram bastante influência na composição étnica do povo brasileiro. Assim, aceitar-se-ão trabalhos relacionados à história, às línguas, a aspectos socioculturais do referido grupo, incluindo estudos sobre temáticas religiosas, de modo a ultrapassar o estágio de conhecimento individual e torná-lo proveitosamente interuniversitário.
Palavras-chave: Povo Banto; História; Cultura.


Sobre os(as) coordenadores(as) do GT:

Prof. Dr. Augusto Cesar Acioly Paz Silva

Prof. Dr. Augusto Cesar Acioly Paz Silva

Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco(2013) e Mestre em História pela Universidade Federal da Paraíba (2007). Possui graduação em História (2002) e especialização em História Regional do Brasil ( 2004) pela Universidade Católica de Pernambuco. Tem experiência na área de História na Educação Básica (Fundamental e Médio) e no nível Superior (graduação e Pós-graduação). Suas áreas de interesse de estudo e pesquisa são: ensino de História e Cinema, História do Brasil com ênfase em História do Nordeste Brasileiro Contemporâneo, Maçonaria no Brasil, Nordeste e Pernambuco, Cultura Política, Igreja católica e relações catolicismo – Maçonaria no período republicano. (Texto informado pelo autor)

Prof. Dr. Edmilson José de Sá

Prof. Dr. Edmilson José de Sá

Possui graduação em Letras – Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (1991), Mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco(2007) e Doutorado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (2013). Atualmente é professor do Centro de Educação de Jovens e Adultos Cícero Franklin Cordeiro e professor titular – Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas, atuando principalmente nos seguintes temas: inglês, ensino-aprendizagem, escola, cultura e música, perpassando pelas Literaturas Inglesa e Norte-Americana. Apropriando-se também da experiência como professor de Língua Portuguesa, atualmente se dedica à pesquisa dos falares pernambucanos à luz dos preceitos dialetológicos e sociolinguísticos, com destaque para a variação fonética e lexical. (Texto informado pelo autor)


Instruções | Inscrição de Comunicação em Grupos de Trabalhos (GTs):

1. A apresentação de comunicação oral em GTs destina-se a doutores, mestres, alunos de pós-graduação (stricto e lato sensu) e graduados (IC/PIBID/PIBEX).
2. Para apresentar uma comunicação em GTs, o participante deverá submeter resumo através do blog do NEAB (http://wp.me/P7D3KY-kR), vinculando-o a um dos GTs propostos. 3. Os resumos serão avaliados pelos coordenadores dos GTs.
4. Cada comunicação terá a duração de 15 minutos.
5. O resumo da comunicação submetido a um dos GTs deverá conter entre 100 a 250 e palavras 3 a 5 palavras-chave (Cf. o modelo).
6. No resumo submetido à avaliação, deverão constar objetivos do trabalho, indicação da fundamentação teórica e metodológica e resultados.
7. As propostas de comunicações deverão ser individuais. (Um trabalho por comunicador); os trabalhos que tiverem coautor, este também deverá estar inscrito no Congresso.

Anúncios
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.