II CONEAB | GRUPO DE TRABALHO 8: Literaturas Africanas e Afrodescendentes: Perspectiva Pós-Abissais e Descoloniais

Coordenadores: Alyxandra Gomes Nunes (UNEB-V) e Divanize Carbonieri (UFMT)

Resumo: Este simpósio tem o objetivo de congregar pesquisas a respeito das literaturas africanas e afrodescendentes produzidas nas três últimas décadas. Espera-se que elas partam de alguns dos questionamentos propostos nessa discussão. Quais são as perspectivas sociais, identidades raciais e de gênero e autoimagens que estão encontrando expressão nessa produção? Que rupturas estão sendo propostas em relação a manifestações anteriores, também de autores africanos e afrodescendentes? Que expedientes de negociação, tradução cultural, hibridação, transculturação estão sendo explorados? Como metáforas, metonímias, sinédoques semelhantes aparecem nas narrativas, poemas ou peças de África e da diáspora? As identidades de paixões entre africanos e afrodescendentes reconhecidas por Paul Gilroy (2001) manifestam-se em representações de superação ou aniquilação? As argumentações suscitadas por essas questões podem ser conduzidas por abordagens críticas diversas, desde que sejam fundamentadas na ultrapassagem do pensamento abissal, classificado assim por Boaventura de Sousa Santos (2010) por estabelecer um abismo entre as epistemologias ocidentais e as não-ocidentais ou subalternas. Deve haver um diálogo entre diferentes conhecimentos, entendidos como simultâneos e igualmente relevantes. Assim, serão aceitos trabalhos que apresentem uma perspectiva epistêmica descolonial que leve “seriamente em consideração os insights/perspectivas/cosmologias dos pensadores críticos do Sul Global com espaços e corpos raciais/étnicos/sexuais subalternizados” (GROSFOGUEL, 2011, p. 3) e que também possam rever a ideia de balanço de histórias proposto por Chinua Achebe (1990), de acordo com a qual a literatura começa sua jornada como uma autodescoberta e termina em sabedoria e maior consciência humana.
Palavras-chave: literaturas; identidades; pensamento pós-abissal; perspectiva descolonial; Sul Global.

Profª. Drª. Alyxandra Gomes Nunes

Profª. Drª. Alyxandra Gomes Nunes

Atualmente sou professora do Curso de Letras – Inglês da Universidade do Estado Bahia e Doutora em Estudos Étnicos & Africanos no Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO) da Universidade Federal da Bahia, na belíssima cidade de Salvador. Minha pesquisa é sobre a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie e a guerra de Biafra. Por conta deste doutorado, ela já viajei a vários países de África, para complementar minha formação acadêmica. Realizei meu curso de Mestrado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas (2005) com dissertação sobre Literatura Africana, em especial sobre Chinua Achebe e Graduação em Letras Português/Inglês pela Universidade Federal Fluminense. Sou fluente em língua francesa pela Aliança Francesa. E para ser mais feliz na vida, fui integrante do grupo Karingana Ua Karingana de contadoras de histórias africanas com minha amiga Silvia Carvalho. Aliás, como resultado de nosso trabalho, hoje somos docentes convidadas do Curso de Especialização em Contação de Histórias e Imaginário Social da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Fui contemplada com Bolsa para Diplomacia pela Ministério das Relações Exteriores, além de ter participado do Curso Avançado de Relações Raciais – Fábrica de Idéias, promovido pela Universidade Federal da Bahia em 2006/CEAO. Também integro o corpo docente de Estudos sobre África da PUC-Rio de Janeiro. Durante seis anos fui coordenadora do Programa Holandês Sephis no Brasil, nele eu colaborei para o intercâmbio internacional de acadêmicos no Sul Global. No corpo editoral do Pambazuka News, ela ajudo na difusão de informações sobre África de língua portuguesa e Brasil. E o mais importante de tudo: sou mãe de uma garota linda , a Vytória Odara, atualmente com 15 anos. (Texto informado pelo autor)

Profª. Drª. Divanize Carbonieri

Profª. Drª. Divanize Carbonieri

É professora-adjunta do Departamento de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso, lecionando na área de literaturas de língua inglesa. É professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem da mesma universidade. Concluiu o mestrado e o doutorado no Programa de Estudos Linguísticos e Literários da Universidade de São Paulo. Graduou-se em letras, língua inglesa e portuguesa e respectivas literaturas, e artes plásticas. Coordena o grupo de pesquisa LAALID – Literaturas Africanas e Afrodescendentes de Língua Inglesa na Diáspora. Suas áreas de interesse são as narrativas da pós-colonialidade e da decolonialidade de língua inglesa e portuguesa. É autora de A Compensação da Imobilidade em Nuruddin Farah (Cuiabá: EDUFMT, 2013) e organizadora, em parceria com Dánie Marcelo de Jesus, de Práticas de multiletramentos e letramento crítico: outros sentidos para a sala de aula de línguas (Campinas: Pontes, 2016). (Texto informado pelo autor)

Anúncios
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para II CONEAB | GRUPO DE TRABALHO 8: Literaturas Africanas e Afrodescendentes: Perspectiva Pós-Abissais e Descoloniais

  1. Pingback: TEMAS DA LITERATURA AFRICANA, por Leonardo Coe – POESIA ESPINHA DE PEIXE

Os comentários estão encerrados.